Audiência Pública apresenta projeto de reforma de calçadas na Av. das Nações Unidas

Obras - Quarta-feira, 06 de Junho de 2018


Audiência Pública apresenta projeto de reforma de calçadas na Av. das Nações Unidas

Uma audiência pública realizada pela prefeitura municipal nesta terça-feira, dia 5, apresentou os detalhes do projeto de reforma das calçadas da Avenida das Nações Unidas e de pontos da região central da cidade. Ao todo serão investidos R$ 655 mil, dos quais R$ 491 mil são recursos federais. Serão recuperados mais de 6,8 mil m² de calçadas de mosaico português, com a construção de rampas de acessibilidade e de áreas conhecidas como “espaço-árvore”. O objetivo é recuperar o calçamento de modo a garantir a acessibilidade para pessoas com deficiência, além de garantir uma arborização urbana uniforme e ainda mais bonita para a cidade.

Para explicar a obra participaram o Secretário de Obras e o engenheiro Guilherme Borges, responsável pelo projeto. Também apresentaram considerações técnicas os secretários de Meio Ambiente, Trânsito e Mobilidade Urbana, e de turismo.

Sobre a obra, Borges afirmou que operários deverão iniciar o trabalho ainda este mês devido às exigências do convênio, firmado em 2016. Ele esclareceu que nesta fase a reforma se concentrará nas calçadas à direita da mão de direção – as calçadas do lado do canal deverão ser reformadas no futuro. A obra ainda está em fase inicial de planejamento. “Esta obra tem recursos que só podem ser utilizados para esta finalidade e atendem às normas de acessibilidade e Planejamento Urbano do Ministério das Cidades”, garantiu o engenheiro.

Na questão do meio ambiente o secretário apresentou um panorama do que será realizado e dos avanços que a obra trará para a qualidade de vida da população e dos turistas. A construção dos “espaços-árvore” vão garantir um desenvolvimento adequado das espécies que irão compor o novo paisagismo. Segundo ele, a prefeitura irá ampliar o número de árvores na avenida. “Teremos que remover 52 árvores, mas o projeto contempla o plantio de 113 novas mudas nativas, já com altura e porte ideais. Vamos plantar muito mais árvores na avenida”, afirmou o secretário durante a reunião.

José Mauro também destacou a importância deste aumento para o Programa Município VerdeAzul, do Governo do Estado. “Uma das principais análises para pontuação é a arborização urbana e com as inovações que estamos fazendo, como no caso dos espaços-árvore, deveremos melhorar nossa pontuação neste quesito”, disse.

Para o secretário de turismo, a obra vai favorecer o paisagismo de um dos principais corredores de acesso ao centro da cidade. As questões relativas a acessibilidade foram destacadas pelo secretário, tendo em vista as mudanças nas regras para os municípios paulistas manterem os títulos de estância. “Haverá uma pontuação e um ranqueamento que vai classificar as estâncias. E a questão da acessibilidade garante uma pontuação elevada nesta classificação”, afirmou o secretário. O título de estância garante um orçamento anual de R$ 2,8 milhões para obras por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), do Governo do Estado.

Cerca de 30 perguntas foram feitas pelos participantes e todas foram respondidas pelos secretários. Elas contemplaram as principais dúvidas da população e ajudaram a esclarecer detalhes importantes da obra. “Esta audiência foi muito importante para que pudéssemos apresentar o projeto e a obra para a população. Pudemos responder a todas as perguntas de forma organizada, dando todas as informações para os participantes”, comemorou o secretário de obras.

O secretário afirmou, ainda, que o projeto permanece à disposição na prefeitura para consultas públicas e que a equipe continuará disponível para esclarecimentos. A obra deve ter início ainda este mês, segundo o cronograma de trabalho aprovado junto ao Ministério das Cidades.

Prefeitura Municipal de Águas de Lindóia


Estado de São Paulo