Novas regras da zona azul no município passam a vigorar no dia 19

Serviços Urbanos - Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018


Novas regras da zona azul no município passam a vigorar no dia 19

Prefeitura cobrou mudanças em vários pontos e empresa terá que se adaptar. Alterações serão na forma de pagamento, no tempo de tolerância e na taxa de regularização vão facilitar a vida dos motoristas

Quem precisa estacionar na região central da cidade vai ter mais facilidades com o sistema da Zona Azul a partir do dia 19 de novembro. Isso por que a prefeitura renegociou o formato da prestação do serviço com a empresa responsável pela gestão do sistema a partir das reclamações apresentadas pelos usuários. As mudanças atendem as principais reclamações da população e dos comerciantes da cidade.

Um decreto com as novas normas foi publicado nesta semana. O tempo máximo de permanência continua sendo de duas horas, mas com os motoristas tendo a oportunidade de fracionar o uso a cada meia hora, que custará R$ 1,00. Ou seja, o motorista que estacionar por 1h30min pagará R$ 3,00, ao invés da tarifa completa que hoje é de R$ 4,00. “Desta forma o motorista pagará um valor mais aproximado do tempo em que realmente utilizar a vaga”, explicou o secretário de trânsito.

A mudança também acontecerá no tempo de tolerância que vai dobrar, passando para 20 minutos, bem como no valor e no recolhimento das taxas de regularização. Com a nova regra os motoristas que ficarem estacionados além do tempo máximo de tolerância serão notificados e a taxa de regularização cai dos atuais R$ 10,00 para R$ 8,00, podendo ser pago em até cinco dias. Somente a partir daí a multa por estacionamento irregular será lavrada pela Secretaria de Trânsito, segundo o Código Nacional de Trânsito.

Mais mudanças estão sendo planejadas. Com o objetivo de facilitar o pagamento, a empresa responsável deve instalar parquímetros que aceitarão o pagamento em moedas e em cartão de débito até janeiro de 2019. Essa medida será importante tendo em vista que uma das principais queixas da população e dos comerciantes é de que não encontram os funcionários da empresa para realizar o pagamento da taxa. A empresa também se comprometeu a melhorar o sistema de cobrança enquanto os equipamentos não são instalados.

A Secretaria de Trânsito vai continuar fiscalizando o trabalho da empresa no município, mas a população pode colaborar caso perceba problemas na prestação do serviço. Queixas e reclamações devem ser encaminhadas para a Ouvidoria Municipal, pelo telefone 3924 9333 ou pelo e-mail ouvidoria@aguasdelindoia.sp.gov.br. A queixa é registrada e encaminhada para a secretaria, que averigua a ocorrência e, caso confirmada, notifica a empresa. Ao final, caso deseje, o munícipe que registrou a reclamação pode conferir como o problema foi solucionado.

“Reunimos as principais queixas da população, dos comerciantes e dos turistas quanto a zona azul e passamos a cobrar melhorias da empresa que administra o serviço. Esperamos que desta forma a zona azul cumpra seu papel de garantir a rotatividade das vagas de estacionamento, onerando menos os motoristas e com um serviço mais prático e eficiente”, afirmou o prefeito.

Prefeitura Municipal de Águas de Lindóia


Estado de São Paulo